Idiomas

PortugueseEnglishSpanishFrench

Você sabia que o novo Ensino Médio conta com o Projeto de Vida? Ele é fundamental para construir o caminho entre o “Quem eu sou” e o “Quem eu quero ser” do estudante. Por meio de um processo que une autoconhecimento, planejamento e prática, o aluno aprende a se conhecer melhor, identifica seus potenciais, interesses e sonhos, definindo metas e estratégias para alcançar seus objetivos e ter mais sucesso na vida pessoal e profissional.

E  por que o Projeto de Vida é fundamental na escola? A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) entende que o modelo tradicional de educação, centrado apenas na apreensão e uniformidade de conteúdos, não atende mais à necessidade da aprendizagem por competências na visão da educação integral. Portanto, o projeto escolar precisa criar instrumentos que levam o aluno a refletir sobre o sentido e significado da vida e apoiar a construção da sua identidade. E mais: é preciso que aluno aprenda valores, educação socioemocional e otimize a sua relação com o outro, tornando-se agente de transformação.

Mas como projetar a vida? O primeiro passo é o autoconhecimento e exercício de pensar o futuro. Neste processo, ele precisa desenvolver três pilares importantes: “Quem eu Sou, Quem eu Quero Ser e Meu papel no Mundo”.

Logo, o aluno é estimulado a refletir sobre seus sonhos, ambições e aprende a transformá-los em estratégias e metas. Não se trata de definir cada passo do futuro, mas, desenvolver a habilidade de projetar, por meio da valorização das experiências e dos sonhos de cada um. E como estamos em constantes e aceleradas transformações, em meio a uma quarta revolução industrial, com relações cada vez mais líquidas, é importante ter em mente que o foco está no caminho a ser percorrido e não necessariamente no resultado.

O Projeto de Vida como uma atividade estruturada na escola permite desenvolver a capacidade de formular uma sofisticada e elaborada narrativa sobre si, sobre os planos para o futuro e sobre o seu papel no mundo, contribuindo para a formação de um indivíduo solidário e protagonista da sua própria história.

A escola é o ambiente ideal para promover essa reflexão ampliada da vida, conduzindo o aluno ao encontro de seu potencial através de uma jornada de aprendizagem lúdica e significativa, capaz de integrar as diferentes dimensões além da cognitiva.