Idiomas

PortugueseEnglishSpanishFrench

Menu Principal

Escola no DF simula conferência internacional para debater temas mundiais

Promovido pelo colégio Galois, o Simulois envolve alunos dos ensinos fundamental e médio em busca de soluções para problemas atuais.


O Simulois, evento promovido anualmente pelo Colégio Galois, ocorre entre os dias 23 e 24 de outubro. Nele, os alunos se reúnem para representar países em diferentes comitês ou agências, abordando assuntos e problemas mundiais hipotéticos, a fim de desenvolver o raciocínio, integração, postura e conhecimento sobre essas regiões. “Por meio do Simulois, os estudantes desenvolvem uma percepção mais crítica do mundo. É uma oportunidade de olhar para o outro, conhecer melhor os problemas e desafios da sociedade e refletir para um mundo melhor. Além disso, é uma maneira deles treinarem habilidades, como oratória e negociação”, explica Mariana Ribeiro, coordenadora de projetos do Galois.

Alunos do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio discutirão assuntos atuais frequentemente abordados em vestibulares, por meio de comitês, proporcionando a argumentação de temas da geopolítica; a inserção no complexo contexto das relações internacionais e a vivência de situações de crises em que os estudantes precisam se posicionar e dialogar e construir soluções pacíficas.

“Além de aprofundarem seus conhecimentos sobre diversos países; os jovens fortalecem o espírito crítico, aprendem a trabalhar em equipe e qualificam a interpretação de mundo. Ao se tornarem protagonistas destes debates, enriquecem muito a bagagem de conhecimento e ainda ficam mais preparados para importantes avaliações, como o Enem, por exemplo”, ressalta Mariana.

Para a edição de 2021, o evento terá seis comitês. Os alunos do 6º e 7º representam o Comitê Social, Cultural e Humanitário (SOCHUM) – que analisa o Acesso à Educação e Saúde em Pós-Catástrofe – e o Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU), que discute Intolerância Religiosa e Terrorismo. Os do 8º e 9º ano debaterão A Situação do Iraque e a Questão Nuclear do Irã e a Reconstrução e prevenção de pandemias pós-covid-19.

Os estudantes do ensino médio representarão a Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado para falar sobre A Corrupção como Obstáculo para o Desenvolvimento, além de formar um Gabinete de Guerra com o objetivo de examinar a 1ª Guerra Mundial. Os estudantes do 9º ano também serão responsáveis pela Agência de Comunicação do Simulois e ficarão encarregados da cobertura de todos os acontecimentos.

“Faremos as discussões nos comitês seguindo todos os protocolos de segurança: número reduzido de participantes para garantir o distanciamento, uso de máscara e álcool em gel, além de higienização constante dos locais utilizados. Tudo para assegurar que o evento será um sucesso como nos anos anteriores”, pondera Mariana Ribeiro.

Informações do Grupo Galois


Fonte: https://www.correiobraziliense.com.br/euestudante/educacao-basica/2021/10/4957443-escola-no-df-simula-conferencia-internacional.html